Pirulito

Selecione o Material: Tela Algodão
Selecione o Tamanho: 26x99 cm - Edição limitada 180
Preço promocionalR$ 890
NÃO PERCA A OPORTUNIDADE!
Somente hoje, aproveite o desconto de até 20% e finalize sua compra. *metacrilato não estão incluso

Nossos prazos de envio são de até 10 dias úteis e são enviadas com seguro. Todas as obras são enviadas enroladas para proporcionar total liberdade de personalização aos nossos clientes. Além disso, as obras em metacrilato são entregues prontas para pendurar, simplificando ainda mais a sua experiência de decoração.

Com um talento para a arte que começou nos cadernos da escola, Feik vem da cultura do graffiti e da pixação: no início escrevia “enigma” e “sem nexo”, e, em 98, escreveu “feik” . Neste mesmo tempo conhece "Estopa e o Salmos e juntos formam a crew IP (inimigo publico) , quando também começou a fazer desenhos de extra-terrestres ,e na evolução dos seus traços, os ETs foram ficando cada vez mais deformados, tornando-se Insetos. Insetos que por ironia do destino foram um de seus principais passatempos, como forma brincadeira de criança no quintal de seu avô e que hoje tornou-se seu ateliê . Desde então, Feik vem “adquirindo um enorme catálogo de espécies bizarras” e outra espécie muito forte de insetos lúdicos e divertidos de se apreciar. Os insetos habitam as paredes e ruínas da cidade, com cores e formas para lá de criativas, que muitas vezes vem acompanhadas por nomes de políticos – “a doença do país”, diz. São também uma metáfora do próprio grafitti, que “se espalha como uma epidemia” uma tremenda (InFeikção) . Feik passou a criar cenários e situações surreais para inserir seus insetos. Esses novos cenários  supercoloridos porem harmonioso, serve como uma espécie de camuflagem para seus insetos, personagens e objetos. O outro personagem, que em contraponto com suas criaturas, tem traços bem simples mas que já adquiriu uma personalidade própria.
Mesmo fora das ruas, a arte nas telas de Feik guarda fortes ligações com a cultura do graffiti: seu nome sempre aparece com letras elaboradas e há um personagem, característica marcante no graffiti old school. A cada ano Feik deixa suas produções maiores e com mais conteúdo, e com isso atrai a atenção de novos públicos e admiradores de sua arte.
Mesmo com um trabalho difícil de entrar em contextualizações históricas, sua arte pode ser comparada às críticas morais por Bosh à sociedade e ao jogo de ilusão de Escher.

QUALIDADE DEMOCRART