Colheita

Selecione o Material: Tela Algodão
Selecione o Tamanho: 50x75 cm - Edição limitada 180
Preço promocionalasdasdasdasdadR$ 1.190
COMPRE COM ATÉ 15% DESCONTO
SOMENTE HOJE. APROVEITE DESCONTO EXCLUSIVO.

IMPORTANTE: Nossa política de envio é de até 10 dias úteis para obras e 20 dias úteis para metacrilatos. Todas as obras são transportadas com seguro para sua segurança. Nossas obras são enviadas enroladas, por uma questão de logística e para que nossos clientes tenham total liberdade de personalização. As obras em metacrilato são entregues prontas para pendurar, facilitando ainda mais sua experiência de compra.

João Ripper atuou como diretor na Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Rio de Janeiro, no Sindicato dos Jornalistas do Município do Rio de Janeiro e na Federação Nacional dos Jornalistas. Foi coordenador das campanhas pela obrigatoriedade do crédito na fotografia e contratos de direito autoral e o responsável pela criação e implantação das tabelas de preços mínimos. É fundador e coordenador da organização não governamental “Imagens da Terra”, entidade de defesa dos direitos humanos, atuando principalmente na cobertura fotográfica de conflitos sociais (sem-terra, índios, trabalho escravo, trabalho infantil, favelas, entre outros). Idealizador e fundador da Agência Escola de Fotógrafos Populares Imagens do Povo, projeto do Observatório de Favelas. Atualmente desenvolve trabalhos como freelancer para os seguintes órgãos: Washington Post, New York Times, Le Mond, Herald Tribune, Revista Nacla, Revista da Fundação Ford, Revista Tempo e Presença, Revista Novamérica´, Revista Senac, Educação Ambiental, Agencia Rapho, revista Século, Revista Marie Claire, Revista Caros Amigos, Revista Veja, Revista Tudo , Revista Domingo (Jornal do Brasil), Revista Sem Fronteiras. Há 13 anos faz documentação social em comunidades indígenas do Mato Grosso do Sul, principalmente entre os Guaranis-kaiowás. Documenta trabalho escravo e infantil, com enfoque especial para fazendas na Amazônia, principalmente no sul do Pará, e projetos de recuperação de crianças, além de atividades de grupos de profissionais como carvoeiros, caranguejeiros e marisqueiras.

QUALIDADE DEMOCRART